sexta-feira, 25 de março de 2016

Livro: No Teu Olhar de Nicholas Sparks

Nicholas Sparks | 520 p.



Sinopse: Colin Hancock é jovem mas já viveu mais violência e abandono do que a maioria das pessoas. Foi perante o abismo que tomou a corajosa decisão de começar de novo. Agora, o emprego num restaurante da moda pode não o satisfazer, mas o sonho de se tornar professor parece cada vez mais perto de se concretizar. Dar às crianças o carinho e a atenção que ele próprio não teve é o seu grande e único objetivo… mesmo que o preço a pagar seja a solidão.


Maria Sanchez também deseja, acima de tudo, uma vida calma. Filha de imigrantes mexicanos, aprendeu desde cedo o valor do trabalho árduo, da ética e da lealdade. Para ela, bastam-lhe o emprego num prestigiado escritório de advogados e uma noite tranquila em casa para repôr as energias. Nem a insistência da sua irmã surte efeito. Com uma profissão tão arriscada, Maria aprecia a segurança que o isolamento lhe dá.



Colin e Maria não foram feitos um para o outro. Ele representa tudo aquilo que ela despreza, é o típico meliante que ela está habituada a ver atrás das grades. E quando se cruzam numa noite de tempestade, o fosso que os separa é profundo e evidente. Mas, a partir desse momento fortuito, as suas vidas não voltarão a ser as mesmas.

Conseguirão eles ver para além das aparências? Ler nos olhos do outro o que de mais profundo lhe vai na alma? Ceder à persistente memória daquela noite?



Se acham que No teu olhar será mais um simples romance de Nicholas Sparks, desenganem-se!

O livro narra a história de Maria Sanchez, uma filha de imigrantes mexicanos, e Colin Hancock, um jovem a lidar com o seu passado problemático.

Maria é advogada e almeja uma carreira de sucesso. Colin quer ser professor do 3º ano, mas ambiciona mais do que isso: lidar com a raiva que o consome pelas entranhas.

Tudo muda no dia em que se conhecem. Para ela, ele é verdadeiramente assustador, o típico rufia que mandaria para a prisão (exceto que é um rufia sincero! ). Para ele, ela é como uma pequena chama que promete incendiar a sua vida de coisas boas.

Conhecem-se e acabam por desenvolver uma relação, mas a vida de ambos altera-se por completo quando Maria começa a receber flores e estranhos bilhetes com ameaças no seu escritório.

A vida de Maria torna-se num rodopio de medo, confusão e incertezas e Colin usa aquilo que o torna na pior e na melhor pessoa que ela conheceu: a violência e a inteligência.

Colin acaba por nos assustar com o seu comportamento ao longo do enredo. Nem Evan e Lily, incondicionáveis amigos do nosso protagonista o conseguem controlar aquando de alguns eventos, mas acabamos por perceber que tudo vai correr bem. Isto porque afinal: Colin é a verdadeira lição deste livro. 

Todos nós temos direito à redenção, todos nós temos todo um passado que nos assomba, nem que seja apenas um episódio, ou anos cheios de ações das quais nos arrependemos. O que nos faz seguir em frente é a aceitação de quem fomos, de quem somos e do que a combinação dos dois anteriores nos fará ser.


Começo por vos dizer que a sinopse nada diz sobre o livro! Achei que iria ser um livro simples e acreditem: até à última página fiquei mergulhada neste mundo de medo pela Maria e pavor que o Colin fizesse algo estúpido e acabasse na cadeia.

Admito que não consegui prever o final, nem lá perto! A certa altura comecei a desconfiar de todas as personagens. Acho que o stress da perseguição da Maria também me deu nervos, como se fosse eu que estivesse a passar por aquela situação. Mas vá, desconfiei em coisas certas também, em como tinham ficado inacabadas tendo que se dar um desfecho a isso.

E o desfecho foi muito bom!

Já imagino como será no filme, porque realmente ver este livro concretizado em filme seria sem dúvida um desafio cinematográfico. Concretizar cenas com aquela dimensão, da maneira como foram escritas... e só tenho a dizer: boa sorte a superar o que imaginei! :p

Já leram o livro? Pretendem lê-lo? Contem-me nos comentários ;) Beijinhos,

2 comentários:

  1. Os livros do Nicholas Sparks são sempre ótimos. Pelo menos eu gosto :p
    Beijinhos
    Blog Sou Patrícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele é um autor maravilhoso! :D Beijinhos :)

      Eliminar